sexta-feira, 6 de julho de 2012

A busca do conhecimento


Brasília 4 e 5 de julho de 2012 - Foi  realizado o Seminário Internacional sobre a Operação Condor, no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados. O Ato de abertura foi presidida pelo deputado Marco Maia, Presidente da Câmara dos Deputados.  A sessão foi presidida pela Deputada Luiza Erundina que é coordenadora da Comissão Parlamentar de Memória, Verdade e Justiça, também foi coordenado pelo deputado Domingos Dutra que é presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias. Pela primeira vez, contou  com a participação dos países do continente americano.  O objetivo era dar voz às vítimas e buscar compreender os fatos ocorridos nos porões dos regimes militares latino-americanos. Cabe reforçar que esses regimes foram apoiados pelos Estados Unidos e pela Europa.  No aparelho clandestino semi-oficial, iniquidades foram executadas pelo Estado, provando que a estratégia militar estava sendo operacionalizada por um modelo ideológico impositor baseado na emoção e não da inteligência. Esse modelo induziu a crimes políticos, como colocado na sessão por Waldimiro de Souza (foto). Essa estrutura da perversidade esteve, e em certa medida, ainda está a serviço de uma logica das organizações secretas iniciáticas e de seus aliados. É uma ideologia que busca um modelo mundial de governo.  Nesse sentido, há decisões entre governos tidos como formais e constitucionais que falam em alto e bom som do Estado republicano, mas que reproduzem, na calada, formas violentas e opressivas. Essa ação teve impacto ainda mais perverso sobre a população negra e indígena no continente. São populações indefesas frente a essa estrutura cruel. As politicas publicas de Estado ainda não são capazes de atender as necessidades dessas populações que ficam reféns do crime organizado, como por exemplo os milhares de jovens negros exterminados pelo tráfico de drogas e pelo aparelho do Estado. Isso ocorre com o judiciário comprometido com essa pratica contra o interesse da grande população. O processo de conquista da democracia é o empenho do homem e da mulher no planeta, e Milton Santos adverte: "Só a intuição, a informação e a pesquisa chegam a educação e se expressam a cultura." "Amor a vida e vivifica-la."


TODOS JUNTOS VENCEREMOS!!!!!!!



21 comentários:

  1. "Jesus perante Anás
    Assim, a escolta, o comandante e os guardas dos judeus prenderam Jesus, manietaram-no
    e o conduziram primeiramente a Anás; pois era sogro de Caifás, sumo sacerdote naquele ano.
    Ora, Caifás era quem havia declarado aos judeus ser conveniente morrer um homem pelo povo." (João, Capítulo 18, versículo 12 a 14)
    A crueldade humana continua! Os que fizeram ontem contra Jesus, fazem hoje contra o povo.

    ResponderExcluir
  2. A Encarnação do Verbo

    O princípio era o verbo, e o verbo estava com Deus, e o verbo era Deus.
    Ele estava no princípio com Deus.
    Todos as cousas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez.
    A vida estava nele e a vida era a luz dos homens. joao I, 1 a 4

    ResponderExcluir
  3. Realmente precimos de lideres que sejam capazes de fazer com que a democracia seja igual para todos e nao apenas para os que têem poder perante a sociedade. A educação é um direito de todos, temos que exigir mais de nossos governantes, a cultura e o conhecimento para que a sociedade se torne mais participativa.


    Abraços
    Romulo Arantes

    ResponderExcluir
  4. Inspirador nosso encontro despretensioso hoje, obrigada pela atenção, pela aula e por compartilhar tão humildemente seus conhecimentos, prazer em conhece-lo.

    Caroline Saliba

    ResponderExcluir
  5. Declaração Preliminar da Missão de Observação da CPLP às
    Eleições Legislativas na República Democrática de Timor-Leste
    de 7 de julho 2012

    A convite do Secretariado Técnico de Administração Eleitoral, a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) constituiu uma Missão de Observação às Eleições Legislativas de 7 de julho de 2012, composta por 16 observadores, que asseguraram o acompanhamento da campanha eleitoral, da votação, do apuramento e divulgação dos resultados provisórios.

    A Missão é chefiada pelo Dr. Carlos Alves Moura, Coordenador Geral do Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra, da Fundação Cultural Palmares, do Ministério da Cultura do Brasil, e antigo representante da CPLP na Guiné-Bissau. É integrada por duas parlamentares da Câmara dos Deputados do Brasil, a convite do Parlamento Nacional de Timor-Leste, enquanto Presidente da Assembleia Parlamentar da CPLP. A Missão conta também com observadores designados por Angola, Brasil, Portugal, São Tomé e Príncipe e pelo Secretariado Executivo, bem como com observadores indicados pelas Embaixadas do Brasil e de Portugal em Díli.

    A Missão da CPLP desdobrou-se em 8 equipas, destacadas nos distritos de Baucau, Díli (3 equipas), Ermera, Lautém, Liquiçá e Viqueque. As equipas estiveram em 17 subdistritos, 58 sucos, e observaram o ato eleitoral em 74 Centros de Votação, correspondentes a 132 Estações de Voto, abarcando um total de cerca 140.000 eleitores inscritos.

    A Missão de Observação Eleitoral da CPLP:

    Constata que as eleições legislativas foram realizadas em consonância com os príncipios democráticos e do Estado de Direito, no respeito das Leis vigentes em Timor-Leste e de acordo com os príncipios internacionais para a realização de eleições democráticas, tendo permitido à população timorense exercer plenamente o direito de voto;

    Declara, por conseguinte, o ato eleitoral de 7 de julho de 2012 credível, justo, livre e transparente, o que constitui um motivo de satisfação que reforça a credibilidade e coesão da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa;

    Saúda o povo timorense pela forma cívica como participou no ato eleitoral, numa demonstração inequívoca de cidadania e maturidade democrática, que reforça os valores da democracia e do Estado de Direito em Timor-Leste e regista, com muito agrado, o caloroso acolhimento de que a Missão foi alvo, expressão do forte sentimento de pertencerem à Comunidade;

    Congratula-se pela forma pacífica e serena como decorreu a campanha e felicita as forças partidárias e os candidatos pela sua conduta cívica e responsável;

    ResponderExcluir
  6. continuação...
    Agradece o reconhecimento, por parte das autoridades timorenses, da importância do papel da Missão de Observação Eleitoral, manifestado nos encontros oficiais que manteve com órgãos de soberania, com responsáveis do Governo, com as instituições de supervisão e administração eleitoral e com líderes dos partidos políticos.

    A Missão de Observação da CPLP felicita o Secretariado Técnico de Administração Eleitoral e a Comissão Nacional de Eleições pela competência que têm demonstrado no exercício das respetivas atribuições e congratula-se pela elevada participação de mulheres e jovens nos trabalhos dos Centros de Votação, prestando um contributo decisivo para a boa realização do ato eleitoral;

    Destaca com particular satisfação a participação e envolvimento de diversas organizações da sociedade civil neste ato eleitoral, designadamente através da colocação de um número muito significativo de observadores nacionais em todo o país ;

    Louva o profissionalismo demostrado pela Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) na criação de condições de segurança e reconhece a importância do apoio prestado pela Missão Integrada das Nações Unidas em Timor-Leste (UNMIT) ao processo.

    A CPLP acompanhou todos os atos eleitorais realizados em Timor-Leste, desde 1999 até 2012: o referendo sobre a autodeterminação; as eleições para a Assembleia Constituinte; as eleições presidenciais e legislativas de 2007; e as eleições presidenciais e legislativas de 2012.

    A Organização, baseada nos pilares da cooperação em todos os domínios, da promoção e difusão da Língua Portuguesa e da concertação política-diplomática, detém já um património assinalável em matéria de observação eleitoral, tendo também realizado missões de observação às eleições autárquicas, presidenciais e legislativas em Moçambique; às eleições legislativas e presidenciais na Guiné-Bissau; às eleições legislativas e presidenciais em São Tomé e Príncipe; às eleições presidenciais, legislativas e para as Assembleias Provinciais em Moçambique ; às eleições presidenciais na Guiné-Bissau, em 2010 e 2012.



    Díli, 8 de julho de 2012

    ResponderExcluir
  7. Belíssima iniciativa que visa esclarecer esses fatos medonhos que assolaram nosso Brasil, num período nebuloso da nossa história recente, e que na minha opinião ainda nos oprime.
    João Alfredo Neves Mello

    ResponderExcluir
  8. 01/08/JÓ SOARES. Pais rico é pais sem pobresa é esse o tema... É o que vem acontecendo no Brasil, com a cera de CARNAÙBA no Brasil,sendo que o Brasil é o unico Pais do Globo que tem cera de carnaúba,em pleno Seculo 21, ainda possui, mais de 200 mil familia com um processo rudimentar, sem TECNOLGIA.INOVAçÃO, e o governo Baiano recebeu do Ministerio da Integração R$ 120.000.000.00 Em 2011 e quer implantar o mesmo sistema, é o que não vamos aceita.Sendo que já existe TECNOLOGIA,INOVAÇÃO para o processo, não presisamos escravisar a ningem, se é que temos democracia neste Pais.olhe no portal da trasparencia da Bahia, um secador de palha com um valor de 240.000,oo Será que esta sobrando tanto dinhero, e não tem outro jeito de lava o dinheiro publico.Que não quer inplanta tecnologia e inovação no processo da CERA de CARNAÚBA,o porque quer aproveitar os altoslucro p/os indústriarios,exportadores e os grandes compradores de cera de todos os paises do Globo,e escravisa os pobres nordestinos isso é uma falta de amor ao proximo,por certo (esqueserão do grande mandamento, que falou O GRANDE MESTRE, ame o seu semelhante como a si mesmo)mas vamos trabalhar para acaba com tudo isso;certo...

    ResponderExcluir
  9. Ora, a suma do que temos dito é que temos um sumo sacerdote tal, que está assentado nos céus à destra do trono da Majestade,Ministro do santuário e do verdadeiro tabernáculo, o qual o Senhor fundou, e não o homem.
    Porque todo sumo sacerdote é constituído para oferecer dons e sacrifícios; pelo que era necessário que este também tivesse alguma coisa que oferecer.
    Ora, se ele estivesse na terra, tampouco sacerdote seria, havendo ainda sacerdotes que oferecem dons segundo a lei. Hebreus 8;1-4
    Esse texto é uma interação dos jovens do planeta com a palavra do Senhor. pelo amor de Deus por nos.1

    ResponderExcluir
  10. Silvio Nelio ximenes25 de agosto de 2012 19:09

    em primeiro lugar quero que mude a nossa politica de gestao.de qualifiacaçao,de preparo,de determinaçao,num processo de aprimoramento da capacidade individual que esta no interior de cada pessoa.chegou a hora de um conselho politico.de enteder e compeender o potencial da populaço brasileira.creio,na polivalencia,e na capacidade de operacionalizar a gestao de cada profissional brasileiro.cristo disse seja feito conforme cresse, ser honesto,a tua fe te salvou.do parabens esse blog;e todos os seus participantes,somos um exercito de homens,e mulheres.Vejo uma açao conjunta todas de maos dada,volver todas as dificuldades inerentes do relacionamento e convivencia entre o poder publico representado pelo poder civil e sociedade civil creio nessa vitoria: SILVIO XIMENES.SANTA QUITERIA CEARA

    ResponderExcluir
  11. SÃO INICIATIVAS COMO ESSA QUE FAZEM A DIFERENÇA.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Como estudante de Engenharia Florestal, estou dando apoio ao professor e doutor de comunicação da UFBA e biográfo oficial da obra de Milton Santos.
    E-mail de Fernando:
    "Na manhã desta segunda, 3/09/12, um oficial de justiça da Justiça Eleitoral da Bahia (10ª zona) me buscou na Faculdade de Comunicação, onde sou professor, para me notificar sobre pedido judicial do empresário Mário de Mello Kertész, candidato do vice-presidente da República e de Geddel Vieira Lima à prefeitura de Salvador, para que se censure o site www.fernandoconceicao.com . Exige a retirada da série de matérias anteriormente publicada no jornal A TARDE sobre denúncias de rombo de 200 milhões de dólares nos cofres públicos à época em que ele governou a terceira maior capital do Brasil.

    Meu advogado ( tel.71.8739-5607) tem até o meio dia desta quarta-feira, dia 5, para apresentar nossa defesa. Ou, conforme despacho da juíza Maria Fátima Monteiro Vilas Boas, poderei pagar multa diária de R$ 5.000,00.

    É assim que "Salvador tem jeito"."

    f.c.

    ResponderExcluir
  14. Na gestão de 1986 a 1988 do Ministro da Cultura Celso Furtado, aconteceu uma audiência com o Secretário de Cultura Gilberto Gil do prefeito Mario Mello Kertész e os fundadores do conselho do memorial Zumbi; Carlos Moura, Jornalista Justo do RJ e Waldimiro de Souza. Com objetivo de um projeto de reconstrução do pelourinho, da sua historia e apoio a população negra e pobre que habitavam em residências sem condições básicas. Naquele momento havia um clamor da população negra brasileira. Para surpresa de todos, o esforço para conquistar as verbas locadas para prefeitura de salvador na época viram pó. Alguém embolsou todo esse esforço coletivo da nação brasileiro e exterior. Ficaram evidente as palavras do ministro da cultura Celso Furtado, que o negro não tinha representação política, para fazer valer e cumprir um empreendimento dessa magnitude.
    Chegou a hora de modificar a estrutura dos partidos políticos que tem como base o conceito racistoide. O poder judiciário no processo da juridicidade há de gerir o estado republicano o poder civil pela democracia plena. 82% da população da Bahia são de negros e os mesmo não se elegem para o executivo e legislativo e quase não há negros no poder judiciário.
    OnegronoBrasil1980.blogspot.com está solidário ao Doutor Fernando Conceição, jornalista, professor da UFBA, biografo da obra de Milton Santos e organizador do projeto grupo de pesquisa permanecer Milton Santos que foi intimado pela Justiça da 10ª zona Eleitoral da Bahia, conforme e-mail que recebemos do mesmo;
    “Meu advogado ( tel.71.8739-5607) tem até o meio dia desta quarta-feira, dia 5, para apresentar nossa defesa. Ou, conforme despacho da juíza Maria Fátima Monteiro Vilas Boas, poderei pagar multa diária de R$ 5.000,00. É assim que "Salvador tem jeito"."

    Parabenizamos pelas suas publicações do Jornal da Tarde da Bahia e pelo seu grande site www.fernandoconceicao.com.
    Conforme o clamor do poeta Castro Alves “A Deus e aos céus” compreendemos que o homem não alcança a capacidade e compreensão do poeta.

    ResponderExcluir
  15. Flávia Figueiredo6 de setembro de 2012 18:06

    E a história se repete...
    O site de Literatura e jornalismo de Fernando Conceição, foi proibido em 01/09/2012 de utilizar o termo "Acorda, amor" em seus post sobre eleição municipal em Salvador. Esta música (http://www.youtube.com/watch?v=kMmlXCcRjJc) do Chico Buarque é um marco musical da época da ditadura.
    Mais informações, acessem: http://onegronobrasil1980.blogspot.com.br/ e também http://fernandoconceicao.com/"Acorda.

    ResponderExcluir
  16. De acordo com o site http://fernandoconceicao.com/
    "A denúncia é de autoria da Procuradoria Geral do Município (PGM), órgão técnico independente de defesa dos interesses municipais, que em janeiro de 1990 ingressou na Justiça solicitando a anulação de diversos contratos assinados por Kertész com empreiteiras, apontados como simulados e fraudulentos. Os contratos resultariam em um rombo aos cofres públicos estimado à época em 200 milhões de dólares!

    A PGM solicitou ainda a devolução ao município de pagamentos às empreiteiras, considerados irregulares, e de responsabilidade de Kertész. 22 anos se passaram sem uma decisão judicial definitiva. Em 2003, última vez que o assunto foi buscado por este escrevinhador, à época editor do jornal alternativo Província da Bahia, os volumes do processo encontravam-se nos tribunais superiores em Brasília."

    João Paulo, estudante da Faculdade de Direito Promove, Belo Horizonte-MG

    ResponderExcluir
  17. Fernanda Oliveira
    ‎"Jesus disse: O reino é como um pastor que tinha cem ovelhas. Uma delas extraviou-se a que era a maior de todas. Ele deixou para trás as noventa e nove e saiu em busca daquela, até que a encontrou. Extenuado, ele disse à ovelha: "Eu amo ma
    is a ti do que às noventa e nove".
    Um dos mais enigmáticos problemas tem sido: o que acontecerá aos pecadores, aqueles que se extraviaram? Qual é a relacão entre o divino e o pecador? O pecador vai ser punido? Haverá inferno?- ...porque todos os padres têm insistido em que o pecador será punido, que será atirado dentro do inferno. Mas pode Deus punir alguém? Não tem ele compaixão suficiente? E, se Deus não pode perdoar, então, quem será capaz de perdoar? Muitas respostas têm sido dadas, mas a resposta de Jesus é a mais bela. Antes de entrarmos nesse dizeres, muitas outras coisas têm de ser compreendidas; elas lhe darão a base para a compreensão. Sempre que punimos uma pessoa, quaisquer que sejam as racionalizações que façamos, nossas razões são diferentes - e lembre-se da distinção entre razão e racionalização. Você pode ser um pai ou uma mãe, e seu filho ter feito algo que você não aprova. Não interessa se ele fez alguma coisa certa ou errada, porque... - quem sabe o que é certo e errado? Mas você desaprova e tudo o que você desaprova torna-se errado. Pode ser, pode não ser, esse não é o ponto - seja o que for que você aprove está certo. Assim, tudo depende da sua aprovação e da sua desaprovação. E quando uma criança se extravia, faz algo, a seu ver, errado, você a pune. A principal razão é que seu ego se sente ferido. A criança entrou em conflito com você e se afirmou. Ela disse "não" a você, o pai, a autoridade, o poderoso; então, você pune a criança. A razão é que seu ego está ferido e a punição é uma espécie de vingança. Mas a racionalização é diferente: você diz que ela errou e tem de ser corrigida - a menos que seja punida, como ela será corrigida? Assim, ela deve ser punida quando está no caminho errado e deve ser recompensada quando o obedece. Eis como ela deve ser condicionada para uma vida correta. Essa é a racionalização. É assim que você fala sobre isso em sua mente, mas essa não é a razão inconsciente básica. A razão inconsciente é totalmente diferente: é para colocar a criança em seu devido lugar, para lembrá-la de que você é o chefe e que ela não é o chefe, que você é quem decide o que é errado e o que é certo, que você é quem vai lhe dar a direção; que ela não é livre, que você possui, que você é seu proprietário - que se ela desobedecer, sofrerá."
    Parte do livro: A semente de mostarda ed. 10 pág.131 e 132

    ResponderExcluir
  18. Podemos lembrar o poeta brasileiro Ferreira Gullar: "para falar ao vento, bastam palavras, mas ao coração obras". O Senhor e Salvador Jesus Cristo certa vez disse: "A fé sem obras é morta". Podemos destacar, aproveitando essa mensagem que o Homem em todo o planeta espera também por "obras de cidadania". Ações que preencha a necessidade humana, tanto espiritual como material. Certa vez Jesus também disse; "Dai-lhe vós de comer". O Homem também precisa de ações humanas. É necessário que os governos se voltem realmente para cumprir sua função social. É necessário que o Estado priorise o "Ser" e não o capitalismo selvagem e destrutivo, com segurança, educação,saúde d´gina, moraradia para criar sua família. A responsabilidade social, pregada por Jesus de Nazaré, O Salvador busca chamar a atenção de todos, inclusive dos Governantes, dos Reis, de todos que estão investidos de autoridades. É tempo de trabalhar pelo Ser Humano, pois, o Ser Humano deve Ser o Primeiro Lugar nos Planos e Projetos dos Governantes. Assim, destacamos o inesquecível frase de Milton Santos, que pesquisando e pensando a vida humana era a melhor atividade do Homem na terra. Enquanto houver mundo essa é a missão de todos, lutar pelo ser humano.

    ResponderExcluir
  19. Os atletas juntamente técnicos, árbitros e seus familiares, estão todos empenhados no clamor sobre a educação brasileira, de apoio à meninos e meninas da creche ao ensino fundamental em dois turnos. As pessoas com deficiência tem uma consciência nesse processo da democracia e cidadania. Quando se clama à Deus, está evidente que o homem e a mulher nas suas funções, nos seus trabalhos de gestores público e privado falharam. Juntos venceremos.

    ResponderExcluir
  20. Nossas mulheres e homens de governo devem se lembrar que representam o Estado antes de fazer público as suas ideias pessoais.
    Defender A ou B significa manter uma posição preconceituosa e que tem,constantemente, reforçado o racismo, o separatismo, a discriminação de classe e cor.
    Homens e mulheres de Estado representam o POVO, falam pelo POVO que na realidade querem ver nossas raizes preservadas. Nossa cultura é negra, é branca, é indígena, é miscigenada mesmo. Querer ser raça pura no Brasil é racismo. O discurso do Estado para defesa das minorias tem acentuado a discriminação e está gerando uma DISCRIMINAÇÃO FEITA DO PRÓPRIO NEGRO contra ele mesmo. É preciso assumir a identidade de MAIORIA, somos maior em número e capacidade. Elegemos quantos quisermos se reconhecermos que somos maioria. Se nos mostrarmos incapazes, que necessitamos da proteção do Estado, de proteção especial ou esmola seremos esmagados pela minoria que usurpa o poder com o nosso voto.
    Parece ser bom tais garantias, mas isso tem efeito negativo a médio e longo prazo e só saberão disso quando ficarem como os indios que não conseguem fazer nada sem a tutela do Estado. São como pessoas incapazes de conduzir seus destinos e explorados por todos os lados.
    Pense nisso, povo meu. Sou descendente de NEGRO, DE INDIO, DE BRANDO, SOU BRASILEIRO, feliz e quero que me respeitem e faço me respeitar, sem que o Estado tome tutela de minha vida...
    Penso nisso.....

    Geraldo S Santos
    Prof de Pós Graduação em Brasilia
    Mestre em Educação pela UNB

    ResponderExcluir
  21. Bendito seja o SENHOR, minha rocha, que ensina as minhas mãos para a peleja e os meus dedos para a guerra;
    Benignidade minha e fortaleza minha; alto retiro meu e meu libertador és tu; escudo meu, em quem eu confio, e que me sujeita o meu povo.
    Senhor, que é o homem, para que o conheças, e o filho do homem, para que o estimes?
    O homem é semelhante à vaidade; os seus dias são como a sombra que passa.
    Abaixa, ó Senhor, os teus céus, e desce; toca os montes, e fumegarão.
    Vibra os teus raios e dissipa-os; envia as tuas flechas, e desbarata-os.
    Estende as tuas mãos desde o alto; livra-me, e arrebata-me das muitas águas e das mãos dos filhos estranhos,
    Cuja boca fala vaidade, e a sua mão direita é a destra de falsidade.
    ¶ A ti, ó Deus, cantarei um cântico novo; com o saltério e instrumento de dez cordas te cantarei louvores;
    A ti, que dás a salvação aos reis, e que livras a Davi, teu servo, da espada maligna.
    Livra-me, e tira-me das mãos dos filhos estranhos, cuja boca fala vaidade, e a sua mão direita é a destra de iniqüidade,
    Para que nossos filhos sejam como plantas crescidas na sua mocidade; para que as nossas filhas sejam como pedras de esquina lavradas à moda de palácio;
    Para que as nossas despensas se encham de todo provimento; para que os nossos rebanhos produzam a milhares e a dezenas de milhares nas nossas ruas.
    Para que os nossos bois sejam fortes para o trabalho; para que não haja nem assaltos, nem saídas, nem gritos nas nossas ruas.
    Bem-aventurado o povo ao qual assim acontece; bem-aventurado é o povo cujo Deus é o Senhor.

    Salmos 144:1-15

    ResponderExcluir