quinta-feira, 22 de setembro de 2011

A conquista da paz!

A presença da Presidenta Dilma Rousseff na ONU, discursando para 193 chefes de estado, em sendo a primeira mulher a abrir assembléia geral das Nações Unidas. A maior nação do mundo, os EUA, presidido por um afro descendente num momento de crise mundial da ciranda financeira, como dizia Milton Santos que esta globalização terá vida curta. O G7 e mais a Suíça controlam as contas bancarias da corrupção mundial, de números secretos, sem identificação do depositante, não sustentam essa política de globalização. O Brasil sente gratificado pela grandeza de estadista da nossa Presidenta, falando da conquista da família humana, dos quais a mulher pela sua “natureza divina” é responsável por criar um modelo de inteligência por excelência. Obama e Dilma propuseram um novo modelo político. Segue em anexo esta carta que enviei ao presidente Ernesto Geisel, publicada em 15/08/77 no jornal liberal do Pará, quando o mesmo fechou o congresso brasileiro.

14 comentários:

  1. Revivendo a história:
    Laélia de Alcântara elegeu-se suplente do Senador Adalberto Sena na legenda do MDB. Exerceu o mandato de 03/04/1981 a 29/07/1981 no lugar do titular. Com o falecimento do Senador Adalberto Sena, assumiu a titularidade até 31/01/1983, completando o mandato. Foi a primeira Senadora negra da história desse país. Quando Laélia veio assumir o mandato por 120 dias do titular, uma comissão de negros(diplomatas africanos e americanos e brasileiros) vieram recebê-la no aeroporto, no qual havia a presença de Leo Tigre, que havia criado em Brasília no Núcleo Bandeirante a Casa da Mãe Preta em 1959, que servia para acolher crianças abandonadas ou com famílias sem condições de dar apoio aos filhos. Leo foi eleita pela Nações Unidas (ONU) mãe do Brasil. E também a diretora da Casa Thomas Jefferson em Brasília Barbara Escarlet, que era negra, na qual a Senadora foi recepcionada por essas duas mulheres negras com buque de flores das quais cada uma delas trazia como presente que simbolizava o símbolo da natureza divina da mulher e da sua capacidade de gestora, como mãe, política, médica, professora, como cientista e etc. Naquele momento as 3 mulheres citadas acima simbolizavam isso. Laélia formou-se em medicina no Rio de Janeiro e quis exercer a condição de médica na Bahia, porém não foi aceita, indo então para a Amazônia no Estado do Acre, onde se dedicou a medicina na floresta amazônica durante 50 anos. Foi exemplo da medicina solidária para o Brasil e o Continente Americano, porque infelizmente as maiorias dos medicos ao se formarem nas capitais do país não querem trabalhar nas cidades do interior, portando a Senadora mostrou que as mulheres foram sempre grandes guerreiras e, todavia provocou uma curiosidade das federações da indústria, do comercio e algumas universidades sobre o conceito da aplicação da medicina preventiva na Amazônia. Foi esse belo legado deixado por ela como política, como médica e como cientista para os afros descendentes.

    ResponderExcluir
  2. Excelentíssima Presidenta Dilma Roussef, parabenizo a senhora pela visita à Africa. É de suma importância a integração do nosso país com outras raças, mas também deixar o nosso pedido aqui para que haja uma valorização do negro também em nosso país , pois uma boa parte da história se perde todas as vezes em que deixamos de valorizar figuras como Tobias Barreto, Milton Santos, Machado de Assis, Pelé, Carlos Gomes entre muitos outros que contribuíram para fazer deste país o que ele é hoje. Na véspera de sediarmos uma Copa do Mundo não podemos nos esquecer de que o Brasil não seria o mesmo sem essas figuras e sem os anônimos como o aluno Rafael, que começou o movimento ENEGRECER na UnB, da qual eu também fiz parte. Esses grandes homens também precisam ser valorizados e políticas de integração social precisam ser implementadas, para que o nosso país avance também na igualdade entre seus pares.

    ResponderExcluir
  3. Quilombolas marcham em Brasília para reivindicar seus direitos

    Nesta segunda-feira, dia 7, ocorre na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, a Marcha Nacional em Defesa dos Direitos Quilombolas. A manifestação, organizada pela Coordenação Nacional de Articulação de Comunidades Negras Rurais Quilombolas (Conaq), espera receber cerca de três mil quilombolas de todo o País. De acordo com o Deputado Domingos Dutra(PT/MA) a Marcha é oportuna para que a Presidenta Dilma Rousseff proponha melhores condições de vida e respeito aos remanescentes de quilombos.

    O Deputado Domingos Dutra chama atenção para ausência de incentivos para o desenvolvimento das comunidades quilombolas e destaca dois dos principais problemas enfrentados pelas comunidades: “a morosidade dos processos de titulação dos territórios e a ineficácia das políticas públicas voltadas para a emancipação das comunidades já assentadas são problemas que se arrastam há décadas. O certo que é essas pessoas são pobres e humildes, por isso continuam invisíveis para o poder público”, destaca o parlamentar.

    “Para sanar os problemas dos quilombolas é preciso que haja o fortalecimento dos órgãos do governo que lidam com o tema. É preciso transformar a Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) em ministério, pois, um órgão centralizado em Brasília, sem estrutura para funcionar nos estados, não dá conta de realizar as tarefas em relação às comunidades quilombolas", sugere o Deputado Domingos Dutra.

    O parlamentar também critica a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) n.3239, oriunda do Partido dos Democratas (DEM) junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) que tenta anular o decreto 4887/03. "Se esse decreto for anulado, o marco regulatório fundamental da questão quilombola deixa de existir e aí vai perdurar a barbárie", declara o Deputado Domingos Dutra.

    A data da marcha é emblemática. Dia 7/11 é o Dia Nacional de Luta pela Regularização Fundiária. A manifestação pacífica serve para dar visibilidade às reivindicações do movimento e lançar a Campanha em Defesa dos Direitos do Povo Quilombola.

    Gabinete do Deputado Domingos Dutra

    Brasília: Câmara dos Deputados – Praça dos Três Poderes – Gabinete 806 – CEP: 70160-900

    Fone (61) 3215-5806/3806 Fax (61)3215-2806

    São Luís: Rua das Letras, Casa 04, Cohafuma. CEP: 65074-780

    Fone (98)3274-0467

    e-mail: dep.domingosdutra@camara.gov.br / site: www.depdomingosdutra.com.br

    Facebook: Domingos Dutra / Twitter: @dutra1313

    ResponderExcluir
  4. O Fato de Dilma Roussef e Barack Obama se encontrarem à frente de grandes nações só vem a comprovar que a metamorfose é uma constante na história da humanidade.

    Assim como as transformações no universo seguem ad eternum, o mesmo ocorre com o "PODER", com a "POLÍTICA" e isso em escala global.

    Dinastias e impérios existiram e cotinuam a existir, por certo também terão um fim. Outras surgirão, eis o caminhar.

    No concernente à Dilma Roussef e Barack Obama Presidirem nações, bem como o fato de um ser negro e a outra ser mulher, para muitos é uma conquista do gênero e da raça. Prefiro acreditar nos sinais de que a humanidade, enquanto nação, superará entraves como o de querer dominar sempre,e se preocupará mais em fazer o melhor para os seres humanos, deste modo serão ações benéficas universalmente. Imprescindível ressaltar que, as boas ações estão desprovidas de cor, gênero, e, ainda, quem quiser ser governante seja de uma cidade, de um estado ou país, tem que se preocupar verdaderiamente com o todo, agora, e gerações futuras. Preocupar-se menos com o politicamente correto, que outra serventia nao tem senão a de criar uma imagem para fins próprios(pessoais) sem engrandecer o ser (pura vaidade), e preocupar-se em agir corretamente,pois somente o agir corretamente engrandece o homem.

    A humanidade é composta,logo o respetio humano é ingrediente essencial para a conquista da paz e o convívio harmonioso, e, se ainda se comemora o fato de um negro ou uma mlher ser eleito para chefe de nação como sendo um fato inédito para a raça e gênero, é sinal de que não evoluímos o bastante para enxergarmos e amarmos o ser humano em sua essência. De outra banda, se tais fatos já estão ocorrendo, e se em poucos anos atrás eram improváveis, pode ser um sinal claro de que em breve estaremos livres de preconceitos quanto à raça, cor, gênero, religião, etc, etc, etc.

    Por fim, voltando a questão do Poder que foi dado ao Barack Obama e a Dilma Roussef, nem eles nem nós podemos nos vangloriarmos, eles por que foram eleitos e nós porque os elegemos, pois, a eles e a nós cabe refletir sobre as palavras ditas a Pôncio Pilatos pelo próprio Jesus Cristo, Evangelho de João 19,11: "Não terias poder algum sobre mim, se de cima nao te fora dado."

    ResponderExcluir
  5. Ana Júlia Santos Nogueira, julinhasantos22k@hotmail.com2 de dezembro de 2011 13:41

    Dilma Roussef a presidenta da republica federativa do Brasil. Eu, Ana Júlia com 12 anos de idade e moradora do Paranoá venho solicitar da minha titia e avó de um bonito netinho. O seu seu apoio as famílias Brasileiras naturalmente nós os afro- decendentes que somos a maioria de 70% da populacão Brasileira. O seu discurso em Salvador foi bonito mas nas favelas brasileiras os meninos e meninas estão sendo assassinados por falta de uma politica de uma inclusão social, pois não há escola de qualidade.

    ResponderExcluir
  6. João Paulo dos Santos Batista13 de dezembro de 2011 23:13

    Excelentíssima Senhora Presidente da República Federativa do Brasil,Dilma Roussef, o ex Ministro de Ciência e Tecnologia, seu ex colega de Ministério do governo Lula, em seu primeiro mandato escreve no livro "Socialismo e democracia" editado pela fundação João Mangabeira, na página 259: " nos últimos cinquenta anos os Estados Unidos gastaram sete trilhões de doláres em Defesa. Quanto foi gasto na erradicação da fome? Não se tem registro.
    O empobrecimento do mundo, o crescimento da pobreza e da exclusão, os conflitos, e a nova geopolítica militar e o esvaziamento dos organismos internacionais servem a quê e a quem?

    Lendo a biografia desse negro maravilhoso Milton Santos, esse extraordinário professor,que os ministros da Educação do governo Lula e do seu governo esqueceu, por que é conveniente esquecer. Por que falar de inteligência ou de educação? É mais fácil controlar um povo analfabeto e não ter professores qualificados como foi Milton Santos. Presidenta, o momento político é de quebra de paradigma do velho padrão dessa herança da velha República. As pessoas quando são indicadas à cargos importantes no Brasil, faltam com a sensibilidade, de prover atos e atitudes como a Ministra corregedora do STJ Eliana Calmon, que dignificou "a natureza divina da mulher" como gestora, como corregedora, como Ministra e não esquecendo dos atos e costumes do seu povo, fazendo uma obra escrita de culinária, para todos que gostam da gustação primorosa deverá consultará no seu livro algumas receitas.
    Eu, estudante de Direito da faculdade Promove, de Belo
    Horizonte MG, entendo nesse momento da história contemporânea, que as mulheres tem globalizado a sua sabedoria, inteligência, amor,paz e bom senso nas suas várias atividades e cargos que ocupam neste nosso país, Brasil!

    ResponderExcluir
  7. João Paulo dos Santos Batista13 de dezembro de 2011 23:15

    Digo, "Socialismo e democracia" foi escrito pelo ex Ministro da Ciência e Tecnologia, Roberto Amaral.

    ResponderExcluir
  8. Minha presidenta tem certeza de uma mulher chegada ao poder, não se esquecerá de valorizar o professor: o colégio estadual Luiz Viana filho que Leva o nome de um professor que ocupou todos esses cargos na republica, foi professor foi deputado, senador, chefe da casa civil, e governador da Bahia, esse colégio fica em Santa Rita de Cássia, falando com alguns professores, e a diretora, concluir que o salário não chega mas que 1.000,00, para diretor 700,00 para professores, no entanto, hoje a rede globo, noticiou a crise do judiciário brasileiro, dos quais a minha conterrânea ministra, Eliana Calmon denunciou que há bandidos togados.
    O que eu ouço e leio na imprensa, que salários do poder judiciários procuradores etc. Estar entre 10.000 e 30.000 de salário e, mas a ajuda de custo, sem falar do poder congressual e executivo.
    Pergunto presidenta, uma política que leva à cabo, todos recebem da contribuição pago, pelo imposto dos brasileiros, conceitos de gestão administrativa que pessoas são tratadas diferenciados, e a constituição diz que todo mundo é igual perante a lei, isso não é uma violação clara dos direitos humanos e civis ? me responda presidenta.

    Andréia
    Estudante de letras
    nascida em Santa Rita de Cássia, BA.

    ResponderExcluir
  9. Marcos Antonio Macedo23 de dezembro de 2011 12:42

    A Senadora Laélia de Alcântara formada no Rio de Janeiro Bahiana e negra, não pode Exercer a Medicina na Bahia desse modo não teve outro caminho seguir para o estado do Acre na Amazônia, em virtude a sua dedicação a causa da Amazônia ao pobre, foi a Paladina da inovação da medicina para todo o continente americano. Os médicos hoje são artigo de luxo no exercício de sua profissão, como são os juízes os procuradores os promotores os cartorários, sem nenhum compromisso com a cidadania, são pessoas que não vestem camisa deste Brasil ou fazem dele um balcão de negocio. Quero fazer uma homenagem a Prof. Milton Santos Geografo, Laélia de Alcántara Senadora e medica, já falecidos. E a mais corajosa atualmente a ministra Calmon. E incluo também a atriz Fernanda Monte Negro. E parabéns Rede Globo por não ter ficado em cima do muro, sou goiano de Campos Belos Goiás, sou solidário a todas pessoas desse blog, e para bens a Itamar Franco pelo teu livro O Negro No Brasil Atual que é a base deste site. Marcos Antonio Macedo

    ResponderExcluir
  10. A minha mãe e seus amigos da sua geração não havia, escola para todos e nem de boa qualidade; hoje também faltam escola e professores qualificados. Os salários não atendem a suas necessidades básicas. Ha setores dos funcionários públicos dos três poderes que ganha até quarenta mil mensais quanto um professor nos estados brasileiros do ensino fundamental ganham a partir de 600,00 até 1500,00 foi notícia, vi na televisão e o repórter que comentava indagava- se: “todos são iguais perante a lei. Por que ha brasileiros que recebem tratamentos diferenciados nos valores de salários?”. Alguém poderia me esclarecer isso?
    Uma menina de 10 anos Janayna.

    ResponderExcluir
  11. O Ministro Marco Aurelio relator do processo do STJ foi afavor do corporativismo do judiciario brasileiro, e o mais grave ainda disse que é afavor da permanencia dos noventa conselhos e corregedorias nos estados.Ha de se perguntar, para que serve, e a quem serve, tais conselhos e corregedorias? uma casta de juises ou um bom exemplar funcionario da majistratura tougado a serviço da constituição e das leis?Me parece que o senhor Ministro Marco Aurelio ou envelheceu ou os altos salarios e vantagens do cargo, fez com que esquecesse o que era conveniente esquecer do seu dever de magistrado."Historicamente apos a escravidão o judiciario foi e é forum de manter os previlegios de uma elite retrógada da linguagem da pervessidade como afirmava o advogado e geógrafo Miltom Santos. Que as pessoas capitulam pelo conforto que é simpático" Marcos A. S. Mendes um Brasileiro que acredita na democracia no estado republicano e no poder sivil.

    ResponderExcluir
  12. Adorei esse blog estamos realmente precisando boas historias e Milton santos e demais.

    ResponderExcluir
  13. Violência contra negros cresce 132%. Mapa de Homicídios no Brasil divulgado, revela que nos últimos oito anos a desigualdade em relação as vitimas de violência aumentou muito. Mortes de brancos diminuíram. Jornal Metro, dia 30/11.

    ResponderExcluir
  14. Livra-me, ó SENHOR, do homem mau; guarda-me do homem violento,
    Que pensa o mal no coração; continuamente se ajuntam para a guerra.
    Aguçaram as línguas como a serpente; o veneno das víboras está debaixo dos seus lábios. (Selá.)
    Guarda-me, ó Senhor, das mãos do ímpio; guarda-me do homem violento; os quais se propuseram transtornar os meus passos.
    Os soberbos armaram-me laços e cordas; estenderam a rede ao lado do caminho; armaram-me laços corrediços. (Selá.)
    Eu disse ao Senhor: Tu és o meu Deus; ouve a voz das minhas súplicas, ó Senhor.
    Ó Deus o Senhor, fortaleza da minha salvação, tu cobriste a minha cabeça no dia da batalha.
    ¶ Não concedas, ó Senhor, ao ímpio os seus desejos; não promovas o seu mau propósito, para que não se exalte. (Selá.)
    Quanto à cabeça dos que me cercam, cubra-os a maldade dos seus lábios.
    Caiam sobre eles brasas vivas; sejam lançados no fogo, em covas profundas, para que se não tornem a levantar.
    Não terá firmeza na terra o homem de má língua; o mal perseguirá o homem violento até que seja desterrado.
    Sei que o Senhor sustentará a causa do oprimido, e o direito do necessitado.
    Assim os justos louvarão o teu nome; os retos habitarão na tua presença.

    Salmos 140:1-13

    ResponderExcluir